Facebook Twitter Google+ RSS Blog Gastrovia
BUSCA
Onde?
GUIA
Localidade
 
NOTÍCIAS - ACONTECE
Brasileiros preferem comprar peixes em supermercados por causa do ambiente mais limpo e localização
05/08/2013

Oferecer produtos em lojas de autosserviços e supermercados, além das tradicionais lojas especializadas torna-se um grande diferencial competitivo num cenário como vivemos hoje. A escassez de tempo, em função da vida agitada nas grandes cidades, forja um perfil de consumidor que busca lojas de fácil localização, sem abrir mão da qualidade do produto.

Tal constatação é apresentada na última pesquisa de Alimentos Frescos, realizada pela Nielsen, que apontou 42% da população brasileira preferindo comprar peixes e frutos do mar em lojas de supermercados. Peixarias atingem a preferência de apenas 21% dos brasileiros. Mas essa opção é bem local, pois outros países da América Latina, como Venezuela e Argentina, vão na contramão desse cenário, com respectivamente 40% e 51%, optando por peixarias.

A praticidade de localização e lojas limpas e higiênicas são as duas principais razões pela prioridade por supermercados. “Comer peixe está diretamente ligado à questões de saúde e bem-estar, por isso lojas que ofereçam ambientes limpos terão a preferência dos clientes”, pontua Alessandra Kushikawa, diretora de operações da Nativ Pescados.

Além disso, a pesquisa também apresenta a frequência de compras de peixes e frutos do mar pelos brasileiros, 22% compram uma vez por semana e 16% quase que diariamente. No Peru, por exemplo, 35% da população compra peixes uma vez por semana e 34% quase que diariamente.

Mercado de Pescados - De acordo com a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), a previsão é de que em 17 anos a demanda internacional de pescado aumente em mais 100 milhões de toneladas por ano. A expectativa é que o Brasil se torne um dos maiores produtores do mundo até 2030, ano em que a produção pesqueira nacional teria condições de atingir 20 milhões de toneladas, a produção mundial hoje é da ordem de 126 milhões de toneladas. E ainda segundo a Organização o Brasil é um dos poucos países que tem condições de atender à crescente demanda mundial por produtos de origem pesqueira, sobretudo por meio da aquicultura. 

Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia!
Faça seu comentário:
Nome:
E-mail:
Código de segurança
Digite aqui o código de segurança mostrado na imagem abaixo.
CAPTCHA Image
Notícias relacionadas
 
 
 
Sobre o Gastrovia
Anuncie
  Sugestões
Parcerias
  Cadastre seu estabelecimento
Trabalhe conosco
  Não encontrou?
Contato
Home
Notícias
  Ebooks
Cozinha de A à Z
  Vídeos
Dicas
  Receitas
Cadastre-se
 
© 2019 Gastrovia Turismo e Gastronomia